terça-feira, junho 24, 2008

Treino Individual de Competências Psicológicas

Em 2 sessões de 2h

Conteúdos:

- Construir bons objectivos de vida;
- Criar planos de acção realistas;
- Conservar a motivação;
- Comunicar livremente o que queremos aos outros;
- Ampliar a consciência das nossas necessidades assim como das dos outros.

Orientadora: Joana Mealha dos Santos
(Psicóloga Clínica e Formadora)

Preço total: 80€ a 100€
Preço por sessão: 40€ a 50€

O valor exacto é da escolha do cliente

Incrições:

envie email para cristal_de_fogo@hotmail.com com os seus dados e contacto telefónico

ou

marque 91 396 31 55

quarta-feira, junho 11, 2008

Gestão de Pensamentos (4h)

Mini-Oficina

construir melhores soluções usando
cada pensamento para a sua função


Formadora: Joana Mealha Santos - Psicóloga Clínica

PROGRAMA

Oficina de desenvolvimento pessoal baseada nos procedimentos da Terapia Breve Orientada para as Soluções e outros próximos des ta, cujos objectivos
são:

1. Conhecer e discriminar tipos de
pensamento, tendo por base o modelo e a
metodologia dos 6 chapéus pensantes;

2. Exercitar, através de desafios escritos, a
metodologia dos 6 chapéus pensantes;

3. Descobrir o que se esconde no interior
de uma queixa, diferenciando a resolução
de problemas da construção de soluções;

4. Aumentar a consciência da
singularidade do pensamento orientado
para as soluções.

Duração – 1 sessão de 4 horas
Público-Alvo – todos
Preço: 30 €

Se lhe interessa participar nesta Mini-Oficina peça informações sobre o próximo local de realização através de cristal_de_fogo@hotmail.com

terça-feira, junho 10, 2008

(Ter) Razão

(...) "Tentar convencer alguém não tem mal nenhum, excepto em Portugal. Aqui, ser convencido é ser vencido. (...) Os Portugueses, quando se deixam convercer dizem: 'Está bem leva lá a taça!' indicando assim que perderam. Ao ver que alguém procura persuadi-los de qualquer coisa, pensam logo: 'Olá... este anda a ver se me dá a volta... mas eu já o lixo.' E dizem: 'Desculpe lá, mas a mim ninguém me tira esta ideia da cabeça.' (...)

Como se pode ter razão, se cada um de nós, individualmente e através do tempo que é o nosso, está cansado de ter razão? Se só em Portugal é possível ouvir coisas como 'Você tem toda a razão mas eu não posso concordar consigo'? Se só em Portugal se 'refutam' argumentos com o peso dialéctivo do 'Olhe que não...' ou do 'isso não é bem assim'? Se só em Portugal se diz de quem quer expor as suas opiniões que quer impô-las? Como será possível ultrapassar a situação em que todos sentem que dar razão a alguém é ficar-se sem ela? (Não há provocação mais violenta em Portugal do que dizer perante alguém 'Então estás a dar-me razão!').

A única maneira de ter uma razão que seja dada por outrem e não simplesmente consentida ('Pronto, fica lá na tua que eu cá fico na minha') é bastante darástica. É morrendo. Os mortos, em Portugal, têm sempre razão. É por isso que a razão só se dá no pretérito, a alguém que está manifestamente ausente: 'Razão tinha o outro, coitado...'.

por Miguel Esteves Cardoso in A Causa das Coisas, Assírio e Alvim

sábado, junho 07, 2008

PSICOLOGIA PARA TODOS

Oficina de Desenvolvimento Psicolólogico para o Cidadão


Pensamento Orientado para as Soluções (10h)

Formadora : Joana Mealha Santos - Psicóloga Clínica

Local: instalações da Biblioteca Operária Oeirense
Rua Cândido dos Reis, 119 Oeiras

Inscrições Abertas para novas edições:

biblioteca a partir das 15h - 21 4426691
formadora - 91 396 31 55, joanamealhasantos@gmail.com

Número óptimo de participantes: 10

Preço: 40€

Objectivos: Promover o desenvolvimento pessoal através do uso de procedimentos da (Psico)Terapia Breve Orientada para as Soluções (T.B.O.S.) e outros próximos desta.

Destinatários: Todos aqueles que queiram desenvolver-se pessoal e psicologicamente a partir dos 14 anos (idade referência)

Duração: 5 encontros de 2 horas (às segundas-feiras das 15h às 17h)

Próximo início: 2ª feira, 16 de Junho de 2008
Programa

1ª sessão: Apresentação: conversa livre de problemas.

2ª sessão: A utilidade da quantificação (subjectiva) das situações ou a Pergunta-Escala.

3ª sessão: Os momentos de excepção: aquilo que queremos repetir.

4ª sessão: Recursos pessoais: pilares da acção.

5ª sessão: Mudança sustentável: manter o que funciona e fazer algo diferente.

Técnicas Pedagógicas: Exercícios de reflexão oral e escrita, simulação e imaginação; partilha de ideias em pequenos e grandes grupos e construção conjunta de raciocínios.

Método de Avaliação: Avaliação Qualitativa Individual através de questões de reflexão sobre o progresso pessoal na oficina.

segunda-feira, junho 02, 2008

Regeneração

Chegar ao local,
Respirar para nutrir e memorizar,
Criar e observar,
Vincular e deixar partir,
Gostar e reter a sensação,
Descansar mudando de actividade,
Cultivar presentes.
Loading...